segunda-feira, 13 de abril de 2009



Vida, caixa de objetos indiscutivelmente baratos, paga com moedas do meu bolso furado.
Pego a estrada tortuosa do meu horizonte e sigo com medo de bater na parede que o destino insiste em colocar diante de mim! Destino chato, talvez mal amado! Continuo com meu bolso rasgado e você nem pra me dar uma calça nova.




3 comentários:

  1. Destino chato, talvez mal amado!


    sempre mal amado

    ResponderExcluir
  2. ganhei uma calça nova! /lixa

    kkkkkkk

    como vc tá hein?

    beijoãos

    ResponderExcluir
  3. Pra que calça nova se vc pode costurar o bolso??

    ResponderExcluir